Depois de um bom tempo usando o Vitanol-A, por indicação de um amigo, eu resolvi mudar para o Azelan, que nada mais é que um ácido azeláico. A vantagem dele é que dá pra usar durante o dia – não esquecendo de caprichar no protetor solar.

Assim como quando eu usava o Vitanol, mantive os mesmos cuidados básicos: não aplicava em mucosas ou áreas feridas e irritadas; não aplicava na região dos lábios, dos olhos e muito menos no contorno do nariz.

azelan-para-quem-tem-acne-e-manchas-1

Comecei a usá-lo duas vezes ao dia e o que eu percebi foi que ele conseguia controlar bastante a acne, mas de vez em quando aparecia umas espinhas internas, sabe? Aquelas que parece mais um caroço e não tem muito o que fazer, além de esperar ela desaparecer.

O meu maior problema são os cravos e os filamentos sebáceos do nariz, queixo e ao redor da boca. Os filamentos sebáceos são naturais em qualquer pele, mas os pontos pretos não. Eu esperava que o Azelan fosse resolver esse problema, mas ele não deu conta, por isso eu parei de usá-lo.

A parte boa é que ele ajudava a fechar os poros do meu rosto – que vivem dilatados – e também deu uma clareada boa nas manchinhas de acne que eu tinha. Não considero que tenha sido uma melhora absurda, mas foi uma boa melhora.

Se vocês querem saber qual é o melhor – Vitalnol-A ou o Azelan -, eu digo, sem dúvidas, que o Vitanol-A ganha! Mesmo usando o mais fraco, de 0,05%, eu conseguia observar um resultado muito bom e só continuei usando o Azelan por um bom tempo porque ele rende muito – parece que nunca vai acabar.

Depois de usar o Vitanol-A e o Azelan, estou preferindo as alternativas naturais e tenho obtido ótimos resultados. Se quiserem saber mais, é só ler esse post: Limpeza facial com Óleos Vegetais para o combate à acne. Depois que eu adotei esse método, minha pele é outra!

Esse foi um mês que eu judiei bastante do meu cabelo. Inventei de descolorir e resultado: pontas ressecadas e danificadas. Não teve jeito, passei a tesoura. Como eu comecei o Transitei, acabei me cuidando um pouco mais de tanto falar sobre beleza.

Fiz muitas reflexões sobre autoestima, reformulei conceitos e me sinto bem melhor. Antes de cuidar do exterior, precisamos cuidar do interior para tudo ornar. Mas chega de papo e vamos aos favoritos.

Eu sou aquele tipo de pessoa que quando gosta de uma coisa, usa até enjoar.  Então você não vai ver uma lista imensa de produtos aqui.

FAVORITOS-DE-MAQUIAGEM-SETEMBRO

  1. Sombra Espresso – Mary Kay

Eu uso esse sombra para duas coisas: para preencher as sobrancelhas e para marcar a linha dos cílios inferiores. Ela é super pigmentada e não pode faltar na minha make.

2. Sombra Coal – Mary Kay

Essa é a minha sombra delineador. Eu uso ela para marcar a raiz dos cílios superiores. Marco apenas do meio para o final, em toda make que eu faço (dá um efeito lindo!). Assim como a Espresso, ela é super pigmentada também.

3. Batom líquido mate Vermeli – Quem disse Berenice

Gente, o que é esse batom? Muito mara! Eu não tiro mais da boca. Eu uso aparelho e não costumava usar muito batom, até conhecer esse. Ele é mate e, apesar de ser líquido, não suja meus dentes. Depois de um tempinho ele seca e não mancha de jeito nenhum. Amando, apenas <3

4. Base Líquida TimeWise Bronze 1 – Mary Kay

Essa é companheira da vida. A cor é perfeita para mim e o acabamento também. Minha pele é super oleosa e ela não piora a situação. Amo e indico!

5. Pincel para delineador em pasta – Contém1g

Gente, sabe aquele pincel mil e uma utilidade? Então… Eu uso ele para preencher a sobrancelha e para marcar a raiz dos cílios inferiores e superiores. Ele é muito bom e bem resistente. O bichinho sofre na minha mão, mas está firme e forte.
favoritos

  1. Condicionador Nutrição intensa Elseve Óleo Extraordinário

Eu nunca usei um condicionador tão incrível. Eu estou in love com ele. Deixa meu cabelo mega hidratado e definido. Sim, eu uso como creme para pentear. É raro encontrar um creme com a consistência desse condicionador, por isso eu adotei para finalização também (amo cremes consistentes).

2. Mel

Sim sim, o mel de abelha. Meu companheiro para finalização. Eu dissolvo um pouco dele num borrifador e aplico antes do creme para pentear. O cabelo fica muito (muito mesmo) emoliente e macio. Aconselho que você teste. Fiz até um post sobre ele aqui.

Quais foram os seus favoritos de setembro? Conta aí

Eu não sou especialista em óleos, mas sou curiosa o suficiente para virar o Google de cabeça para baixo quando eu quero aprender sobre algo.

O primeiro óleo que eu descobri que era bom para acne foi o óleo de coco. Depois de ter usado e aprovado, eu mergulhei no mundo dos óleos. Parecia louco achar que um óleo poderia fazer bem para uma pele super oleosa como a minha, mas contra fatos não há argumentos. Minha pele realmente responde muito bem aos óleos vegetais e eu estou amando isso.

Eu tenho usado apenas óleos vegetais para limpar (sim, exatamente isso que você leu: limpar) e hidratar a minha pele.

  • Esse óleo não vai entupir os meus poros?

Se o seu óleo for de qualidade, com certeza, não. O que pode acontecer é você passar uma camada muito espessa de óleo e sua pele não conseguir respirar. Você precisa encontrar a dose certa é o óleo certo para a sua necessidade.

Gata, posso garantir, minha pele nunca esteve tão bem sem ver uma gota de sabonete, ácidos e qualquer hidratante industrializado.

Antes e depois encontrado na internet (há vários):

oleo-para-limpeza-facial-contra-acne-3

Foto: Almost Exactly Blog

Passo a passo limpeza facial com óleos vegetais:

  1. Escolha quais óleos você irá utilizar

Você até pode usar apenas um óleo para a limpeza (às vezes eu faço isso), mas o método original indica que você faça um mix de óleos para obter um pouco dos benefícios de cada um. O ideal é que a mistura tenha como base um óleo mais espesso, como o de rícino, já os óleos secundários devem ser aqueles que possuem as propriedades mais interessantes para você.

Você irá fazer a sua mistura de acordo com o tipo das sua pele. Comece misturando em pequenas quantidades porque, provavelmente, esse será um experimento de tentativa e erro.

Segue alguns exemplos de misturas, mas você pode variar esses percentuais para atender às próprias necessidades da sua pele:

Pele oleosa: 30% de óleo de rícino e 70% de óleo de semente de girassol.
Pele mista: 20% de óleo de rícino óleo de semente de girassol 80%.
Pele seca: 10% de óleo de rícino e 90% de semente de girassol.

  • Dicas para escolha

Alguns óleos são absorvidos pela pele mais rápido (indicados para pele oleosa) e outros não. Isso varia devido a composição de ácidos.

Óleos de lenta absorção:

coco; linhaça; azeitona; macadâmia; abacate; canola; avelã e gérmen de trigo, por exemplo.

Óleos de rápida absorção:

Girassol; cártamo; calêndula; semente de uva; ricínio; romã; argan; amêndoa; jojoba; prímula e oliva.

Óleos mais leves, infelizmente, são menos resistentes. Portanto certifique-se de armazená-los protegidos da luz.

Ácido linoleico:

Óleos ricos em ácido linoleico são ótimos para a pele com acne e não são nem muito leves nem muito oleosos, como por exemplo: Gergelim; Ameixa; amêndoa e semente de damasco.

  • Quais óleos eu utilizo?

Amêndoa doce, abacate, oliva e coco. Não necessariamente todos juntos. Eu costumo variar e, até mesmo, fazer a limpeza com apenas um, mas para hidratar eu utilizo sempre o de amêndoa doce.

  • Aplicação

The oil cleansign metódo ensina você a utilizar uma tolha molhada em água quente para fazer a limpeza, mas eu não faço desse jeito, pelo fato de achar desnecessário e até mesmo prejudicial.

No lugar da toalha molhada em água quente, eu utilizo apenas um tônico facial caseiro. No início eu seguia as regras, mas percebi que, para a minha pele, apenas o tônico era suficiente.

Para fazer a minha limpeza, eu utilizo:

  • Tônico facial
  • Algodão
  • Mix de óleos

Passe óleo generosamente no seu rosto e massageie bem. Isto irá remover a maquiagem, sujeira e outras impurezas, portanto não há necessidade de usar um removedor de maquiagem ou lavar o rosto antes da massagem. Até mesmo o rímel à prova d’água sairá.

Dê ao óleo tempo suficiente para dissolver as impurezas em seus poros. Depois, umedeça bem o algodão com o tônico facial e passe por todo o rosto em movimentos circulares. É incrível como, realmente, as impurezas, células mortas e bactérias saem no algodão e sua pele fica macia e viçosa.

The oil cleansing method

Depois de massagear o seu rosto com o óleo, mergulhe o um pano macio em água quente o suficiente para abrir os seus poros e remover o óleo. Cubra o seu rosto com o pano e permaneça com ele até que esfrie. O vapor irá abrir os poros, permitindo que o óleo seja removido facilmente. Passe o pano suavemente pelo seu rosto, enxágue e mergulhe ele novamente na água quente. Coloque novamente no seu rosto até que esfrie. Você deve repetir esse processo por 2 ou 3 vezes.

The oil cleansign metódo basea-se na ideia de que óleo dissolve óleo e portanto, se você tem uma pele oleosa você precisa de outro óleo para dissolver essa oleosidade. Há muitas controvérsias sobre isso, mas o fato é que a minha pele não é mais uma plantação de cravos e espinhas. 

limpeza-de-pele-com-óleos-vegetais

limpeza-de-pele-com-óleos-vegetais-1

Fotos: My Merry Messy Life

Limpeza-facial-com-oleos-vegetais-combate-a-acne-e-tonico-de-cha-verde-1

Conselhos:

O ideal é que você não intercale entre sabonete e óleo. A ideia é que sua pele se acostume e perceba que ela não precisa produzir tanta oleosidade. Muitos sabonetes acabam deixando a nossa pele ressecada e isso faz com que ela se torne ainda mais oleosa na intenção de hidratar-se (pode ser que exista questões hormonais envolvidas).

Desde o primeiro dia eu já senti a minha pele melhor, mas no geral os resultados começam aparecer em 3 dias.

Dica extra

Ao misturar óleos vegetais tente sempre ter uma base de pelo menos 50%, dependendo de quantos óleos você irá usar. Nunca coloque menos de 10% de um óleo na mistura, porque o efeito das suas propriedades não serão percebidos. Para os óleos essenciais, o ideal é que você coloque de 8-10 gostas para cada 30ml de óleo.

Você já usa óleos vegetais para limpeza de pele?