Transição Capilar: Como evitar a quebra dos fios

quebra-transicao-capilar-3Muitas meninas demoram de fazer o big chop por não abrir mão do comprimento. Mas elas sabem que lidar com as duas texturas não é fácil (sem contar a quebra dos fios). Aí vem a dúvida:

Fazer o big chop ou ir cortando aos poucos a parte alisada?

Ficar com alguns dedinhos de cabelo ou conviver com as duas texturas? As duas opções tem prós e contras. O big chop exige tesoura e muita coragem, já a transição exige uma fonte inesgotável de paciência.

Perguntei a duas meninas o que elas achavam sobre isso, olha o que elas responderam:

“BC. Essa transição pra mim é a melhor. Você muda externamente e internamente. Com o crescimento do cabelo, você vai se moldando. Se conhecendo e sabendo das suas origens. Você se olha no espelho e vê uma diferença enorme do crescimento do cabelo. Você passa a se aceitar mais rápido. “

Sabrina Lima

Esperei um ano para cortar, isso porquê eu não me via com o cabelo curtinho. Eu mesma fiz o meu BC, fiquei me sentindo estranha por alguns dias, depois acostumei e estou amando. Não me arrependo de ter esperado um ano, queria esperar mais tempo, porém não aguentei. Conviver com duas texturas é muito complicado.

Luana Souza

Esse post é, principalmente, para você que está cortando a parte alisada aos poucos, mas encontrou uma pedra no caminho: a quebra.

quebra-transicao-capilar

As causas mais comuns da quebra dos fios durante a transição capilar:

  • Excesso de manipulação
  • Penteados de alta tração
  • Falta de cuidado ao desembaraçar

Evitando a quebra devido ao excesso de manipulação

Quanto mais crespo for o seu cabelo, mais difícil será mantê-lo saudável com as duas texturas. O crespo tipo 4 é mais frágil e exige mais cuidados para prevenir a quebra. Além disso, conforme ele for crescendo, o volume na raiz vai aumentando consideravelmente, o que torna mais difícil você continuar com os penteados de sempre. O que você pode fazer é:

Tentar possibilidades de baixa manipulação

Durante a transição a regra é: manipulação mínima! Portanto, o ideal é você encontrar formas que não te faça pentear o cabelo diariamente. Quanto menos você mexer no seu cabelo, menos ele irá quebrar e perder a ondulação natural.

Algumas opções:

  • Laces
  • Tranças sintéticas
  • Tranças rasteiras/nagô/embutidas
  • Dreads

Mas tudo isso deve ser feito com muito cuidado e você precisa hidratar bastante os fios durante as pausas para manutenção.

Sugestão de post: Minha transição com tranças sintéticas – Dicas e cuidados

quebra-transicao-capilar-1

  • Escova e chapinhachapinha-durante-a-transicao

Essa não deve ser uma opção para você, se você quer manter a saúde dos fios. A linha de transição (entre o cabelo alisado e o natural) é muito frágil, e qualquer tensão aplicada em excesso pode causar a quebra.

  • Descolorações e tinturas

A descoloração é mais agressiva, mas qualquer tinta com amônia também consegue fazer um grande estrago. É difícil pensar assim, mas colorir os fios é um processo químico como qualquer outro, ou seja, tem poder de alisamento!

Sugestão de post detalhado sobre esse assunto: Coloração em cabelos cacheados: Tudo que você precisa saber

  • Penteados de alta tração

Muito cuidado ao fazer penteados apertados e que exigem muita tração. A trança, por exemplo, tensiona todo o comprimento dos fios, fazendo com que eles fiquem esticados demais e, consequentemente, fiquem mais fracos com o tempo. Se você for usá-la, peça a trancista para não puxar muito.

Até mesmo um simples rabo de cavalo ou coque pode causar quebra, porque a linha de transição é extremamente frágil.

Na hora de dormir, você também deve ficar atenta, porque o atrito do travesseiro com a cabeça facilita a quebra dos fios. Comece a adortar desde já a touca ou fronha de cetim.

  • Falta de cuidado ao desembaraçar

O ideal é desembaraçar apenas com os dedos, pois esse método causa menos danos aos fios. A forma de desembaraçar é uma das coisas mais importantes da transição, principalmente para quem tem o cabelo tipo 4. Esse momento é muito delicado. Se você não tiver paciência e carinho durante o processo, vários fios quebrados serão garantidos.

transicao-sem-big-chop-3

quebra-transicao-capilar-4

Shampoo: o item fundamental

Esqueça aquele shampoo que deixa o seu cabelo cantando! Invista um bom shampoo que limpe bem sem agredir e ressecar.

Sugestão de post: Shampoo para cabelos cacheados: como escolher o ideal

Hidratação e reconstrução capilar 

É muito importante que você mantenha o cabelo bem hidratado.

As reconstruções também devem fazer parte da sua rotina de cuidados para evitar a quebra. O seu cabelo precisa de força para resistir ao desembaraçar e a qualquer outra manipulação. Seja caseira ou industrializada, você deve fazer.

Sugestões de post: 5 ingredientes para fazer uma super reconstrução capilar caseira

Procure produtos para reconstrução com os seguintes ingredientes, pois eles fortalecem o fio na sua camada interna, repõem a perda de massa capilar e restruturam as cutículas.

  • Aminoácidos (alanina, cisteína, arginina, lisina, serina e glicina, entre outros)
  • Queratina
  • Ceramidas
  • Proteínas hidrolisadas

Ufa! Quanta coisa, né? Mas no final, vale a pena! 

Keep transitioning!

Compartilhe
  • Larissa Rodrigues

    Amei ♥!